Conheça três possíveis indicações para a realização da sua Rinoplastia

Por Guilherme Otávio

Em 12-04-2021

Segundo especialista, os tipos de procedimentos podem ser recomendados para uma melhora da saúde e autoestima do paciente

Rinoplastia

São Paulo, abril de 2021 – A Rinoplastia, conhecida popularmente como cirurgia plástica no nariz, tem sido um dos procedimentos cirúrgicos mais procurados pela população, inclusive durante os tempos de pandemia. No geral, a sua realização pode ser indicada em três situações e, abaixo, o otorrinolaringologista da Clínica Dolci em São Paulo e professor da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Dr. Ricardo Dolci explica quais são elas.

Problemas para respirar adequadamente: a Rinosseptoplastia funcional tem como objetivo melhorar as estruturas anatômicas, que de alguma forma estejam atrapalhando a passagem de ar dentro do nariz, causando episódios de obstrução nasal, roncos e respiração constante pela boca. Podendo melhorar, com este procedimento, a saúde e qualidade de vida do indivíduo.

Insatisfação com a aparência da região: tamanho do nariz, formato e posição da ponta, perfil e largura do dorso nasal são algumas das mudanças possíveis com a Rinoplastia estética, procedimento que contribui para que as pessoas insatisfeitas com a aparência de seus narizes se sintam mais confiantes e seguras com a sua imagem. “O paciente precisa ter expectativas reais sobre o que pode ser mudado. Isso pode ser definido com uma boa comunicação com o seu médico e, em alguns casos, até depois de uma consulta pré-operatória, pode conversar com um psicólogo para ajudar a tomar a decisão com segurança e tranquilidade”, aconselha o otorrino.

Trauma no local: Brigas, acidentes ou práticas de esporte podem levar as pessoas a sofrerem uma fratura no nariz, deixando-o torto (laterorrinia); e pode ser seguida de dor intensa e inchaço na região. Em qualquer ocorrido, deve-se buscar uma análise médica especializada, tanto para a avaliação do comprometimento da respiração quanto para evitar deformidades estéticas decorrentes deste trauma. Uma vez identificado o tipo e a extensão da fratura, o médico pode indicar a Rinosseptoplastia pós-traumática ou para corrigir as alterações estéticas e/ou funcionais.

“O procedimento deve ser realizado em ambiente hospitalar, sob anestesia geral e com um profissional capacitado. Além dos exames que costumamos pedir para saber sobre o estado de saúde do paciente, neste momento também estamos incluindo o teste de Covid-19. Já para nós, especialistas, estamos seguindo protocolos rígidos de segurança, realizando o procedimento em hospitais em que não internam pacientes com coronavírus para que, assim, possamos minimizar os riscos”, finaliza Dolci.  

Dr. Ricardo Landini Lutaif Dolci 

ricardo

Professor Instrutor de Ensino do Departamento de Otorrinolaringologia da Santa Casa de São Paulo, Membro titular da Associação Brasileira de Otorrinolaringologista e Cirurgia Cérvico-Facial e da Comissão de Comunicação da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Doutorando pela Ohio State University (OSU/USA) e Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.Sócio da Clínica Dolci – Otorrinolaringologia e Cirurgia Estética Facial, em São Paulo.

Fonte: Medellim Comunicação



Deixe um comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*

0 comentários em “Conheça três possíveis indicações para a realização da sua Rinoplastia”

0 comentário

Burger Fest

Burger Fest em Goiânia

Burger Fest, um dos maiores festivais de hambúrgueres do mundo se prepara para chegar a Goiânia Com data de lançamento

X